Silvana Pires: duelo de versões - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Política06/11/2017 | 10h27Atualizada em 06/11/2017 | 10h27

Silvana Pires: duelo de versões

Eduardo Cunha depõe nesta segunda em Brasília. O ex-presidente da Câmara dos Deputados tem travado um embate com Lúcio Funaro

Silvana Pires: duelo de versões ANDRÉ DUSEK/ESTADÃO CONTEÚDO
Foto: ANDRÉ DUSEK / ESTADÃO CONTEÚDO
Silvana Pires / RBS Brasília
Silvana Pires / RBS Brasília

silvana.pires@gruporbs.com.br

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) depõe nesta segunda na Justiça Federal em Brasília, no processo que apura esquema de corrupção na Caixa Econômica Federal. Cunha tem travado um duelo de versões com Lúcio Funaro, apontado como operador financeiro do PMDB, que depôs no mesmo inquérito na semana passada. Os dois ficaram frente a frente, mas isso não intimidou Funaro que afirmou se encontrar semanalmente com Cunha há mais de 15 anos, numa "relação de negócios ilícitos", como pagamento de propina na liberação de financiamentos do Fundo de Investimento do FGTS, que é administrado pela Caixa. Em entrevista recente à revista Época, Cunha chegou a afirmar que a delação de Funaro foi feita exclusivamente pelo que "ele ouviu dizer de mim" e que "essas coisas não aconteceram". Para o depoimento de hoje, o ex-todo poderoso da Câmara promete "mostrar as mentiras que estão sendo faladas".  Não contente apenas com a atenção que estará voltada para o seu depoimento, Cunha pediu e conseguiu autorização para dar uma coletiva para a imprensa após o término da audiência. A expectativa é grande em torno do que Cunha pode falar aos jornalistas. 

Saudade
Há mais de um mês em Brasília para prestar depoimentos, Cunha chamou a atenção durante uma das audiências... pela fome. Não parava de comer os sanduíches que eram oferecidos no local. Ao deixar o local ainda disparou para os jornalistas:- Estou com muita saudade de vocês.

Pigmeu
Fiel escudeiro de Michel Temer, o deputado Carlos Marun (PMBD-MS) tem defendido que o  PMDB tenha candidatura própria à presidência. O parlamentar alerta que caso isso não ocorra, o partido será o alvo das eleições e isso irá atrapalhar os projetos do partido. - Chega de sermos um gigante que age como pigmeu, critica Marun. Para outro integrante da tropa de choque governista, Darcísio Perondi (PMDB-RS) o foco, neste momento, está em concluir as reformas. 

Governadores
O Fórum Permanente de Governadores tem mais uma rodada de reuniões amanhã, em Brasília. Entre os temas a serem discutidos estão a segurança pública e o uso de depósitos judiciais para pagamento de precatórios. Estão previstas ainda reuniões com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O governador Raimundo Colombo foi convidado e deve participar do encontro. 

Leia também:

A ministra que queria acumular salários 

Carolina Bahia: ministros que falam demais Carolina Bahia: escândalos caíram na rotina

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaBlog do Pancho: Usuários do Quero-Quero aguardam aprovação da sinalização noturna do aeroporto https://t.co/xFaFqHNw36há 16 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCaminhão carregando retroescavadeira atinge pedestre na BR-470 no Vale https://t.co/3MMdwXUZnu #LeiaNoSantahá 35 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca