Diárias para locação de imóveis em Balneário Camboriú vão de R$ 329  a R$ 1,9 mil  - Política e Economia - Santa

Versão mobile

 

Economia18/12/2017 | 09h35Atualizada em 18/12/2017 | 16h47

Diárias para locação de imóveis em Balneário Camboriú vão de R$ 329  a R$ 1,9 mil 

Valores correspondem à média das diárias cobradas. Confira também os preços praticados em Bombinhas e Itapema

Diárias para locação de imóveis em Balneário Camboriú vão de R$ 329  a R$ 1,9 mil  Patrick Rodrigues/Jornal de Santa Catarina
Foto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa Catarina

Com a chegada das férias coletivas e a temporada de verão, cidades banhadas pelo mar se preparam para receber veranistas e turistas. Em Balneário Camboriú, Bombinhas e Itapema, cidades da região com as praias mais procuradas, o preço médio da diária para aluguel varia de R$ 322 a R$ 1.950,73, segundo o Sindicato da Habitação (Secovi/SC).

A média das diárias nos apartamentos mais procurados – de três dormitórios – em Balneário é R$ 1.016,16 e, em Itapema, R$ 714,29. Em Bombinhas, os imóveis com maior oferta são os apartamentos de dois quartos – média de R$ 439,37.

 ::: Dagmara Spautz: Imóveis mais procurados para aluguel de veraneio estão 20% mais caros

— O reajuste médio em Balneário Camboriú ficou em 10%. Nas demais cidades, apresentaram um certo equilíbrio, sem aumento expressivo — comenta a diretora do Secovi/SC, Líbera Leduc Wazlawick.

De acordo com a pesquisa em Balneário Camboriú, o Centro é a região de maior oferta, com total de 70% dos imóveis anunciados. Sobre a variação de preço, os mais caros são apartamentos de quatro dormitórios. As opções chegam a R$ 5,1 mil.

Os aluguéis são um termômetro para a temporada. Representam grande fatia do turismo nas cidades litorâneas. Segundo a secretária de Turismo de Itapema, Noeli Thomé, entre o fim de dezembro e o início de janeiro o município se prepara para passar de 70 mil habitantes para 400 mil.

— Nós temos os veranistas que têm casas de praia aqui e vêm para a casa deles, mas usufruem da cidade e consomem Itapema, e também temos o turista, aquele que vem passear. Não temos uma grande rede hoteleira, mas temos os aluguéis de verão e, ao vir passar a temporada aqui, esse público também vai passear, comer, se divertir e fazer compras — reforça.

Ela ainda cita que a temporada fomenta segmentos da economia local, do comércio à contratação de serviços.

Em Itapema, os apartamentos com dois e três dormitórios são os mais ofertados, conforme o Secovi/SC. A maioria dos imóveis disponíveis para a temporada fica em Meia Praia, e as casas com cinco ou mais dormitórios têm o maior valor médio, com R$ 1.276,92, e máximo de R$ 2,5 mil.

A diretora do Secovi/SC alerta que há aumento nas ocorrências de golpe nos aluguéis de temporada na região nesta época do ano. Normalmente, os golpistas reproduzem fotos de imóveis que estão sendo anunciados com valores bem abaixo do mercado. Para evitar transtornos, a recomendação é que a locação seja feita com imobiliárias credenciadas.

Maioria de turistas de Bombinhas
loca imóveis durante temporada de verão

Em Bombinhas, o município desenvolveu uma pesquisa de demanda turística na temporada 2016/2017. O levantamento, feito entre 15 de janeiro e 15 de março, com mais de 300 entrevistados, avaliou o perfil dos turistas nacionais e estrangeiros nas praias de Bombas, Bombinhas, Quatro Ilhas, Mariscal, Canto Grande e Zimbros – os balneários mais movimentados. A pesquisa mostrou que 51,63% dos visitantes ficam em casas ou apartamento alugados durante a temporada. Os dados apontaram ainda que 32,68% dos visitantes ficam em hotel, pousada ou camping, enquanto apenas 6,21% afirmaram ter uma segunda residência – a casa de veraneio.

O resultado confirma a oferta de imóveis durante a temporada na cidade, onde há apartamentos de um quarto, e até sobrados com dois dormitórios para locação. De acordo com os dados do Secovi/SC, a maior oferta é de apartamentos de dois a três dormitórios, com preço médio entre R$ 439,37 e R$ 615,81, respectivamente. A diária mais barata na cidade é de R$ 250, para apartamentos com um dormitório, e máxima de R$ 1,3 mil para casas com três quartos.

— A população estimada de Bombinhas em 2017 é de 18.623, segundo IBGE, mas a flutuante chega a 1 milhão de pessoas durante a temporada. Nosso período de lotação total é entre o Natal e a primeira semana de janeiro — cita a diretora de Comunicação da Secretaria de Turismo de Bombinhas, Amanda Weber.

>> LOCAÇÃO
Confira o valor médio da diária de aluguel na temporada de verão:

BALNEÁRIO CAMBORIÚ
-
Apartamento
Um dormitório - Média: R$ 329,21
Mínimo: R$ 170
Máximo: R$ 550

Dois dormitórios - Média: R$ 511,64
Mínimo: R$ 230
Máximo: R$ 1 mil

Três dormitórios - Média: R$ 1.016,16
Mínimo: R$ 300
Máximo: R$ 2.750

Quatro dormitórios - Média: R$ 1.950,73
Mínimo R$ 600
Máximo R$ 5,1 mil

- Casa
Três dormitórios - Média: R$ 1.067,50
Mínimo: R$ 300
Máximo: R$ 2,2 mil

Quatro dormitórios - Média: R$ 1.470
Mínimo: R$ 600
Máximo: R$ 3 mil

ITAPEMA
-
Apartamento
Dois dormitórios - Média: R$ 496,61
Mínimo: R$ 350
Máximo: R$ 700

Três dormitórios - Média: R$ 714,29
Mínimo: R$ 450
Máximo: R$ 1,1 mil

Quatro dormitórios - Média: R$ 1.264,06
Mínimo: R$ 700
Máximo: R$ 1,9 mil

- Casa
Dois dormitórios - Média: R$ 451,33
Mínimo: R$ 300
Máximo: R$ 580

Três dormitórios  - Média: R$ 670,88
Mínimo: R$ 450
Máximo: R$ 1 mil

Cinco ou mais dormitórios - Média: R$ 1.276,92
Mínimo: R$ 600
Máximo: R$ 2,5 mil

- Quitinete - Média: R$ 322
Mínimo: R$ 250
Máximo: R$ 500

BOMBINHAS
-
Apartamento
Um dormitório - Média: R$ 447,06
Mínimo: R$ 250
Máximo: R$ 550

Dois dormitórios - Média: R$ 439,37
Mínimo: R$ 320
Máximo: R$ 600

Três dormitórios - Média: R$ 615,81
Mínimo: R$ 350
Máximo: R$ 1 mil

- Casa
Três dormitórios - Média: R$ 730
Mínimo: R$ 400
Máximo: R$ 1,3 mil

Sobrado com dois dormitórios - Média: R$ 438,57
Mínimo: R$ 300
Máximo: R$ 700

Fonte: Departamento de Pesquisa do Secovi/SC
*Margem de erro entre 10% e 20%

 
Jornal de Santa Catarina
Busca