Loetz: Joinvilenses gastarão menos no Natal pelo segundo ano consecutivo - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Livre Mercado 14/12/2017 | 06h00Atualizada em 14/12/2017 | 06h00

Loetz: Joinvilenses gastarão menos no Natal pelo segundo ano consecutivo

Média das compras ficará em R$ 278,93 na cidade mais populosa de Santa Catarina

Loetz: Joinvilenses gastarão menos no Natal pelo segundo ano consecutivo Salmo Duarte/A Notícia
Foto: Salmo Duarte / A Notícia

O varejo catarinense está na expectativa para o primeiro Natal no azul depois de dois anos de recessão econômica. O início da retomada do emprego, os juros menores, que aumentam o acesso ao crédito, e a queda na inflação devem refletir no volume de vendas em Santa Catarina

Conforme a pesquisa de intenção de compras para o Natal, realizada pela Fecomércio de Santa Catarina em sete cidades, o gasto médio com presentes será de R$ 459,78, avanço de 3% em relação ao do ano passado. 

Enquanto Florianópolis prevê o maior gasto no Estado (R$ 564,11), Joinville deve desembolsar o menor valor (R$ 278,93) pelo segundo ano consecutivo.

Mais de um terço dos consumidores ouvidos (37,4%) declarou que está em situação financeira melhor, seguido por aqueles que consideram igual (34,1%). Outros 28,3% da amostra responderam que a situação está pior. Este resultado reverteu a tendência dos dois últimos anos, no qual a resposta negativa tinha sido dominante.

— Desde o início deste ano, vários indicadores já mostram resultados positivos no Estado. Apesar de a previsão de crescimento nas vendas ainda ser tímida, os dados confirmam que estamos recuperando boa parte do que perdemos durante a crise. Um bom termômetro é que a movimentação está intensa nas lojas desde o início de dezembro, antes mesmo do horário especial do comércio, afirma o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

Esta percepção ainda não é realidade em Joinville. A exemplo de outros anos, o movimento de gente nas ruas e em shoppings com sacolas de mercadorias continua pequeno. Isso deve mudar a partir deste fim de semana — o último antes do Natal — com o horário de funcionamento das lojas ainda mais dilatado.

Com mais poder de compra e o 13º na mão, a compra à vista deve ser a forma de pagamento mais utilizada (83,1%), dividido entre aqueles que vão pagar em dinheiro (69,6%), cartão de débito (7,7%) e crédito à vista (5,8%). O comportamento muda de acordo com as particularidades de cada economia. 

Em Joinville, 85,3% pretendem comprar no dinheiro, já na Capital — que costuma utilizar mais cartão — o índice é de 51,4%.

Então, gastar pouco e pagar a maior parte das contas em dinheiro, mesmo tendo situação econômica mais favorável, é clássico do comportamento de uma sociedade absolutamente conservadora — a de Joinville.

Uma das principais estratégias para garantir o melhor custo-benefício será a pesquisa de preço: 82,6% dos consumidores pretendem bater perna antes de escolher o presente. Assim como nos anos anteriores, o comércio de rua (68,5%) será o principal destino de compras, à frente dos shoppings (20,8%).

Os setores mais procurados devem ser os de vestuário (47,2%), brinquedos (23,6%), calçados (6,9%) e eletrônicos (4,5%).

A pesquisa de intenção de compras para o Natal foi realizada pela Fecomércio SC em Joinville, Chapecó, Lages, Florianópolis, Criciúma, Itajaí e Blumenau para identificar o comportamento do consumidor e mensurar o impacto da data para os empresários do comércio.

Sesi se reposiciona

O Sesi/SC lança amanhã a nova marca FarmaSesi, que apresenta o reposicionamento de sua rede de farmácias e reforça a atuação social da entidade. Com 76 unidades espalhadas em 38 cidades do Estado, e 5,5 mil empresas conveniadas, a rede prevê crescimento de 8% para 2018. Entre as novidades para o próximo ano estão o início das operações de e-commerce e totens de autoatendimento para compra de produtos que estão nos expositores. Também estão previstas duas novas lojas em Joinville.

Aplicativo

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) fechou parceria com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e lança aplicativo para o consumidor calcular seu próprio bem-estar financeiro. Para baixar o aplicativo, é preciso acessar https:// www.spcbrasil.orgbr/imprensa/indices-economicos. A iniciativa se baseia no modelo desenvolvido pelo Consumer Financial Protection Bureau, órgão ligado ao governo norte-americano. A pontuação varia de zero a cem. Quanto mais perto de cem, melhor será o nível de bem-estar financeiro.

Multilog faz aquisição

multilog
Foto: Divulgação / Divulgação

A Multilog — empresa catarinense de logística, armazenagem e transporte — anuncia a aquisição da Elog Sudeste. O contrato, assinado dia 12 de dezembro, em São Paulo, e seguido de comunicação de fato relevante pela EcoRodovias, está sujeito à aprovação dos órgãos reguladores. O investimento será de R$ 90 milhões. A transação contou com a assessoria financeira da Hunter Capital e assessoria jurídica do Escritório Mundie Advogados. Com a integração, a Multilog, que tem sede em Itajaí), amplia de 14 para 19 unidades de negócio.

Não aplauda

Já existe em São Paulo, e agora está chegando a Joinville o movimento Não Aplauda. O objetivo é não aplaudir nenhum político que apareça em eventos sociais ou empresariais na cidade e região. É preciso deixar que o silêncio dê o recado da absoluta insatisfação com o comportamento dos políticos. Profissionais liberais e lideranças de vários segmentos já se mobilizam na cidade para a ação se espalhar e ganhar densidade e capilaridade. Em Joinville, nos próximos dias, serão criados endereços eletrônicos (site) e de redes sociais, como Facebook, para a campanha se disseminar coletiva e popularmente. Uma forma nova de exercício de cidadania, para além da contemplação ou das conversas de bares.

Mais supermercados

O Grupo Koch Supermercados inaugura sua décima oitava loja em Santa Catarina, em Itapema. Esta será a primeira unidade Komprão Atacadista no município do litoral. A empresa também vai ter sua sede administrativa e comercial neste novo endereço. O empresário João Koch anuncia planos de inaugurar mais três lojas em 2018. O modelo de atacarejo está super em alta, com forte demanda. Em 2017, a rede supermercadista aumenta seu faturamento em 27%.

Leia mais notícias de economia.
Veja todas as colunas de Claudio Loetz. 

Prazo

Empreendedores interessados em se candidatar ao ranking 100 Startups to Watch têm prazo até dia 19 para se inscrever. A iniciativa é das publicações "Pequenas Empresas & Grandes Negócios" e "Época Negócios".

Turismo

O Beto Carrero World conversa com empreendedores e administradores da cidade turística de Gramado (RS). Negócios e eventual instalação de parque temático por lá estão em prospecção. O Beto Carrero World desmente especulações de que poderia sair do município de Penha.

Tecnologia

Depois que a Apple lançou seu iPhone X, a chinesa Leagoo anuncia que colocará no mercado, em breve, o smartphone S9. Bem semelhante ao da companhia americana, vai custar apenas 300 dólares.

Investimento

A startup Mecasei.com recebe aporte de R$ 800 mil de dois dos mais relevantes investidores em empresas nascentes — Eduardo Smith e Marco Poli. A plataforma, criada em 2014, respondeu por transações que somam R$ 20 milhões só em 2017. Tem 270 mil usuários.

Cobrança

Em 2018, a Prefeitura de Joinville vai criar novos mecanismos de cobrança de devedores de tributos. Até recentemente, o meio de conferir era quase que exclusivamente pela via do lançamento de débitos em dívida ativa. O aperfeiçoamento do sistema de controle financeiro dará ainda mais resultado ao Fisco.

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDescubra o que vai acontecer nas novelas na próxima semana, dos dias 22 a 27 de janeiro https://t.co/ESgF4XWeWn #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaVÍDEO: Confira o clipe de "Machika", nova parceria de Anitta e J. Balvin https://t.co/yU4nOHoeY0 #LeiaNoSantahá 2 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca