MPF reforça entendimento pela prisão de João Rodrigues - Política e Economia - Santa

Versão mobile

Rafael Martini07/12/2017 | 16h31Atualizada em 07/12/2017 | 16h31

MPF reforça entendimento pela prisão de João Rodrigues

Procurador da República de Chapecó encaminhou ofício à subprocuradora geral da República, Claudia Sampaio Marques, em que ressalta o risco de prescrição das condenações do deputado

MPF reforça entendimento pela prisão de João Rodrigues Nilson Bastian / Câmara dos Deputados, Divulgação/Câmara dos Deputados, Divulgação
Foto: Nilson Bastian / Câmara dos Deputados, Divulgação / Câmara dos Deputados, Divulgação

O Ministério Público Federal também manifestou-se pelo cumprimento imediato da pena de cinco anos e três meses de detenção em regime semi-aberto do deputado federal João Rodrigues (PSD-SC). Carlos Humberto Prola Junior, procurador da República em Chapecó, encaminhou nesta quarta-feira (6), ofício à subprocuradora geral da República, Claudia Sampaio Marques, onde ressalta o risco de prescrição de duas condenações em 17 de fevereiro. O documento também traz extenso relatório descrevendo todo o imbróglio.

A manifestação do MPF reforça o entendimento da juíza Priscilla Mielke Wickert Piva, da Vara Federal de Chapecó, antecipado por esta coluna. Ela encaminhou ofício ao ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, defendendo que o parlamentar inicie imediatamente o cumprimento da pena. O ministro Fux teria dado prazo de 48 horas para que a PGR se manifeste sobre o caso.

Segundo a magistrada, a medida é necessária porque um dos crimes pelos quais o parlamentar foi condenado prescreve em 12 de fevereiro. 

João Rodrigues teve a condenação por crimes previstos na lei de licitações confirmadas em segunda instância e pelo STF. Para a juíza, conforme entendimento do próprio Supremo, o início do cumprimento da pena nessa fase processual não implica em ofensa ao princípio da presunção de inocência.

Acompanhe as últimas publicações de Rafael Martini

 Juíza pede que João Rodrigues cumpra pena por condenação em segunda instância

 Defesa de João Rodrigues divulga nota de esclarecimento

Detran-SC não vai mais cassar CNHs por multas antigas







Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPrefeitura de Florianópolis possui todas as certidões negativas federais https://t.co/RB5s3knpjj #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCarolina Bahia: a turma do jogo duplo  https://t.co/MsjqZJcXkS #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca