Primeira sessão da Câmara de Vereadores no ano define comissões e blocos partidários - Política e Economia - Santa

Versão mobile

 

Legislativo01/02/2018 | 21h20Atualizada em 01/02/2018 | 21h20

Primeira sessão da Câmara de Vereadores no ano define comissões e blocos partidários

Primeira sessão do ano teve 58 requerimentos aprovados

Primeira sessão da Câmara de Vereadores no ano define comissões e blocos partidários Jessica de Morais,Câmra de Vereadores/Divulgação
Primeira sessão teve a presença do prefeito Napoleão Bernardes Foto: Jessica de Morais,Câmra de Vereadores / Divulgação

Tranquila, mas nem tanto, a primeira sessão da Câmara de Vereadores de Blumenau em 2018 abriu os trabalhos oficiais no Legislativo sem grandes novidades. Como termômetro político do ano, alcançou breves momentos acalorados em críticas e outros até descontraídos, com brincadeiras entre os parlamentares e discursos de boas vindas.

Com boa parte do tempo em discursos e decisões sobre as composições das comissões permanentes da Casa, poucos projetos foram apresentados e nenhum chegou a ser votado. Em atuação de fiscalização da prefeitura, o plenário apenas aprovou um requerimento do vereador Ricardo Alba (Patriota) pedindo explicações e detalhamentos dos gastos com o Parque das Itoupavas.

Com a presença do prefeito Napoleão Bernardes (PSDB) e do vice Mário Hildebrandt (PSB) na abertura da sessão, que destacaram a busca por recursos para recuperação da cidade após as chuvas de janeiro, a reunião teve a situação dos bairros como um dos destaques. Vários vereadores trouxeram pedidos de moradores atingidos pelas enxurradas e sinalizaram pedidos ao Executivo envolvendo obras de contenção, limpeza de ruas e manutenção de diques.

Curiosamente, discursos mais elevados durante a sessão ocorreram somente quando o assunto eram redes sociais e críticas aos vereadores. Parlamentares como Almir Vieira (PP), Ito de Souza (PR) e Adriano Pereira (PT) utilizaram seus espaços no plenário para rebater comentários recebidos na internet e explicar, especialmente, gastos dos gabinetes com viagens.

 Definições de novas lideranças e comissões 

Escolhido para suceder Sylvio Zimmermann (PSDB) como líder do governo na Câmara, Alexandre Matias (PSDB) prestou explicações às críticas feitas à prefeitura – com destaque para uma discussão envolvendo a obra da margem esquerda do rio Itajaí-Açu.

– Será um ano de execuções do poder público, com muitas obras, e quero ser um canal aberto entre o Executivo e os vereadores, independentemente de situação ou oposição – sinalizou Matias.

Com base nos blocos partidários, durante a sessão os vereadores também formaram os novos grupos das comissões legislativas. Gilson de Souza (PSD) foi escolhido como presidente de duas: Finanças e Educação, enquanto Sylvio Zimmermann (PSDB) irá liderar a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e Alexandre Matias (PSDB) a de Transportes. O vereador Bruno Cunha (PSB) será o presidente da Comissão de Agricultura e continuará como relator da CCJ.

Único vereador que não havia sido ouvido pela reportagem na edição de quinta-feira, na matéria sobre o início dos trabalhos na Câmara, Jens Mantau (PSDB) destacou que neste ano quer atuar pelas ações de mobilidade em Blumenau e trazer ao plenário um projeto sobre remoção de entulhos nos bairros da cidade, com contêineres espalhados como no Centro. A ideia é reduzir o volume de lixo nos rios e ribeirões.

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaRestaurante contrata cozinheiros para a Oktoberfest com salário de R$ 2 mil https://t.co/Cu3ER6j1Sa #LeiaNoSantahá 18 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCorrida altera trânsito no entorno do Ginásio Galegão neste domingo https://t.co/XCD7bRBpVq #LeiaNoSantahá 20 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca