Operação do Gaeco mira fraudes em Brusque, Balneário Camboriú e Navegantes - Política e Economia - Santa

Versão mobile

 

CRIME19/09/2018 | 14h30Atualizada em 19/09/2018 | 14h31

Operação do Gaeco mira fraudes em Brusque, Balneário Camboriú e Navegantes

Mandados cumpridos nesta quarta envolvem também crimes de falsidade ideológica

Jornal de Santa Catarina
Jornal de Santa Catarina

 

Uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público cumpriu nesta quarta-feira mandados contra empresários investigados por falsidade ideológica e fraudes em licitações públicas. Houve um mandado de prisão, três de busca e apreensão e mais duas ordens judiciais para o acesso imediato a documentos públicos nas cidades de Brusque, Balneário Camboriú e Navegantes.

A investigação começou através de um processo instaurado pela Promotoria de Justiça de Brusque. Os empresários investigados, segundo o Gaeco, são relacionados a empresas que fazem a prestação de serviços de engenharia em obras de infraestrutura.

A operação foi batizada de "Reiteração" pois, segundo o MP, uma das empresas investigadas estava cometendo os atos criminosos repetidamente, inclusive contrariando decisões judiciais.

Leia também:

PF fez nove operações contra pornografia infantil em 2018 em Santa Catarina

Adolescentes são apreendidos com drogas e notas falsas às margens da BR-470, em Indaial

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPolícia Civil apreende 1,6 quilo de crack e R$ 35 mil no bairro Ponta Aguda, em Blumenau  https://t.co/76jSzxYBdlhá 21 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaPolícia Civil apreende 1,6 quilo de crack e R$ 35 mil no bairro Ponta Aguda, em Blumenau  https://t.co/76jSzygc4Thá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca