Bandidos usam o nome de autoescolas de Blumenau para aplicar golpes - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Atenção!25/08/2016 | 22h00

Bandidos usam o nome de autoescolas de Blumenau para aplicar golpes

Eles oferecem serviços e carros com valor abaixo do mercado e pedem depósitos para fazer as entregas, que nunca acontecem

Cidadãos e autoescolas de Blumenau estão sendo vítimas de um novo golpe que está na praça. Bandidos usam as redes sociais e entram em contato com pessoas oferecendo serviços, como emissão de documentos (CNH) ou agilidade em algum procedimento, e veículos para venda com preço muito abaixo do mercado, pedem depósitos de valores aleatórios e desaparecem com o dinheiro.

::: Leia mais notícias de Segurança

Pelo menos três autoescolas de Blumenau já tiveram o nome usado para a aplicação do golpe. Segundo a proprietária de um dos estabelecimentos, que preferiu não se identificar, ela começou a receber ligações há cerca de um mês cobrando a prestação de serviços que teriam sido acertados por grupos em redes sociais, aplicativos de mensagens e ligações telefônicas, e também tem recebido pessoas que chegam até a autoescola para buscar os veículos que teriam sido negociados.

— As pessoas estão depositando dinheiro e vem aqui para buscar as coisas, foi assim que nós descobrimos. Hoje (ontem) mesmo quatro pessoas ligaram e dois rapazes vieram aqui atrás de documentos e carros. Um disse que depositou R$ 1 mi e o outro, que aceitou ir comigo na delegacia e fazer a denúncia, depositou R$ 300.

Ela explica que os bandidos, que se apresentam com pelo menos três nomes diferentes, todos de mulher, oferecem carros como Uno e Celta, que estariam com muitos quilômetros rodados e tempo de uso, por valores irrisórios, como R$ 800. E quando a pessoa se interessa pelo negócio eles pedem um adiantamento e orientam a buscar o carro na autoescola. Também é oferecida a emissão de carteiras de habilitação:

— Há alguns dias um pai ligou aqui xingando, dizendo que tinha pago R$ 1,5 mil para a carteira do filho ficar pronta em cinco dias. Eu disse pra ele que não era esse o procedimento e até procurei o nome do rapaz no sistema, mas não encontrei nada. Só aí ele me explicou a situação e aí eu disse que ele tinha caído no golpe, mas como eles já tinham procurado uma coisa ilícita, não quiseram denunciar.

A empresária pede que as pessoas fiquem atentas e não acreditem em ofertas de vendas de veículos a preços muito baixos e que, na dúvida, sempre entrem em contato diretamente com a autoescola da qual a pessoa diz fazer parte.  A advogada Rosane Silveira, que dá assistência para algumas das vítimas, afirma que ainda não é possível saber quantas vítimas os bandidos fizeram, já que elas estão começando  aparecer agora. Ela ainda destaca que é muito importante que as pessoas denunciem o golpe, pois isso ajuda a evitar novas vítimas e dá dicas para que outras pessoas não caiam na mesma armadilha:

— Quando comprar um carro, procure uma empresa confiável, estabelecida no mercado ou de pessoa conhecida. Verifique bem antes de fechar negócio e consulte documentos com cuidado. Não se compra um carro sem ver e é importante desconfiar de ofertas baratas demais.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCriação de curso de Medicina em Jaraguá do Sul é aprovada pelo MEC https://t.co/bFCjtF6Zy8 #LeiaNoSantahá 1 minutoRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaJavier Bardem e Penélope Cruz vão estrelar filme sobre Pablo Escobar https://t.co/8jHTGZST6q #LeiaNoSantahá 18 minutosRetweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros