PM registra sete assaltos em um dia em Blumenau - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Crimes30/08/2016 | 11h33

PM registra sete assaltos em um dia em Blumenau

Para o comando da PM, situação foi atípica e envolveu basicamente dois tipos de crimes

A segunda-feira foi marcada pela insegurança em Blumenau, com uma série de assaltos à mão armada. Foram pelo menos sete ocorrências registradas pela Polícia Militar. A primeira foi logo cedo, às 4h40min, quando uma mulher de 27 anos foi abordada por dois homens em uma motocicleta enquanto esperava no ponto de ônibus da Rua da Glória, no Garcia. Eles roubaram a bolsa da mulher e fugiram.

Na sequência se iniciou uma série de assaltos em casas e comércios na cidade. Às 8h, na Rua 1º de Janeiro, no bairro Itoupava Norte, o proprietário de um comércio de sucatas contou que foi surpreendido por dois homens em uma moto que entraram no local e, armados, roubaram cerca de R$ 1,5 mil em espécie. Na fuga, o ladrão que não estava armado entrou em uma luta com um funcionário do comércio, que foi atingido por um golpe de capacete na cabeça. Antes de fugir em direção à BR-470, o outro assaltante disparou duas vezes dentro do local.

Mais tarde, às 15h15min, a polícia registrou um roubo na Ponta Aguda. O dono de um mercado na Avenida Brasil disse que dois homens chegaram em uma moto e levaram R$ 1,2 mil do caixa. A PM foi acionada e, com base no sistema de monitoramento, foi até a Rua Silvano Rogério Gonçalves, onde moradores haviam denunciado uma atitude suspeita. Ao chegar em um casa na rua, os policiais encontraram a moto usada no roubo e dois rapazes que iniciaram uma fuga. A PM os alcançou e fez a captura. Um dos rapazes tinha 14 anos e o outro 21, e eles assumiram a autoria do assalto no mercado. R$ 582 foram recuperados.

Os assaltos continuaram à noite. Por volta das 20h15min, na Rua Santa Maria, no Progresso, uma mulher de 46 anos foi surpreendida dentro de casa por sete homens, seis deles armados. Eles roubaram da casa um celular, um notebook, R$ 300 em espécie e uma moto Honda Titan 125, placas MIG 1348. A vítima não viu como os ladrões fugiram.

Instantes depois a PM foi acionada na Rua Pedro Krause, na Itoupava Norte, onde um rapaz de 22 anos disse que estava sozinho em casa e foi assaltado por quatro homens. Eles amarraram o jovem no quarto e roubaram R$ 52 em espécie, um celular e uma mochila com um notebook.

A última ocorrência registrada foi às 21h30min, na Ponta Aguda. Outra casa assaltada, desta vez na Rua Wernigerode. A vítima foi um homem de 62 anos, que foi surpreendido dentro da residência por três homens, um deles armado, que arrombaram a janela da frente. Eles amarraram o homem no quarto e roubaram quatro televisões, um tablet, R$ 900 em espécie, dólares e euros com valor não informado e fugiram com o carro Mitsubishi ASX Outdoor preto, placas QHZ 3512, que pertence à vítima.

Pouco antes desta ocorrência, uma moça que caminhava pela Rua Benjamin Constant, na Escola Agrícola, foi abordada por dois homens em uma moto, que a ameaçaram e roubaram o seu celular.

 

PM avalia como atípica a segunda-feira de sete assaltos em Blumenau

Para a Polícia Militar de Blumenau, a segunda-feira em que foram registrados sete assaltos foi um dia atípico para a segurança pública da cidade. Segundo o comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar de Blumenau (10º BPM), o tenente-coronel Jefferson Schmidt, as ocorrências podem ser divididas em dois tipos. O primeiro consiste em roubos em que um casal de moto aborda pessoas para levar celulares e pequenas quantias em dinheiro. Como os agentes costumam estar armados, no entendimento da PM acabam representando risco e sensação de insegurança para as vítimas. Esses casos já vêm acontecendo nas últimas semanas e, para tentar contê-los, a PM tem efetuado barreiras móveis nos horários e locais que correspondem ao perfil dos crimes.

O que mais chamou a atenção, no entanto, foram os roubos a residências – em especial o caso do bairro Progresso, em que sete homens, seis deles armados, invadiram uma casa onde havia apenas uma moradora. O comandante afirma que o caso envolvia muito risco para tantos suspeitos, que acabaram levando apenas um celular, um notebook, R$ 300 em dinheiro e uma moto. Schmidt explica que nesse caso a equipe da PM ainda está buscando dados para compreender os detalhes e razões que mobilizaram tantas pessoas para o mesmo crime.

— É algo totalmente atípico, diferenciado, não tem no histórico. Estamos tentando levantar informações com vizinhos e comerciantes para tentar entender e dar uma resposta, fazer um planejamento de ação policial militar para coibir esse tipo de caso — argumenta o comandante.

No roubo de um mercado no bairro Ponta Aguda, a PM conseguiu localizar e deter os dois suspeitos, que eram irmãos. Um deles tinha 14 anos e outro, 21. O mais velho já teria 16 passagens criminais.

— Assim como as pessoas têm sensação maior de insegurança quando ocorre um dia como ontem, o marginal também tem sensação de impunidade quando vê que as pessoas são encaminhadas, presas, mas depois voltam para a rua para cometer crimes — compara Schmidt.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPancho: PM de Blumenau querem incluir no orçamento de 2017 verba para nova sede do 10º Batalhão  https://t.co/saYq1lvqQQ #LeiaNoSantahá 6 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCampanha nacional de multivacinação termina nesta sexta-feira https://t.co/nFnUHHLvys #LeiaNoSantahá 24 minutosRetweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros