Corpos de duas mulheres encontrados na estrada que dá acesso à Vigorelli, em Joinville - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Violência13/09/2016 | 09h12Atualizada em 13/09/2016 | 20h32

Corpos de duas mulheres encontrados na estrada que dá acesso à Vigorelli, em Joinville

Motorista do ônibus que faz a linha Cubatão viu os corpos e pediu para que passageiro chamasse a PM

Corpos de duas mulheres encontrados na estrada que dá acesso à Vigorelli, em Joinville salmo duarte/Agencia RBS
Corpos foram encontrados na mata ao lado da estrada que dá acesso à praia da Vigorelli Foto: salmo duarte / Agencia RBS

Os corpos de duas mulheres foram encontrados na mata ao lado da Estrada João de Souza Mello e Alvin, que dá acesso à praia da Vigorelli, na manhã desta terça-feira, na zona Norte de Joinville.

As jovens foram identificadas como Suelen Maia Cristovo, de 21 anos, e Gabriela Thais Rodrigues, de 20.

Segundo a Polícia Militar, o motorista do ônibus que faz a linha Cubatão logo no começo da manhã percebeu que havia algo estranho entre as árvores. Ele reduziu a velocidade e viu que se tratavam de dois corpos e pediu para que um passageiro ligasse para a Polícia Militar.

Confira outras notícias de Joinville e região.

O delegado Fabiano Silveira, que chegou ao local alguns minutos depois da PM, se disse surpreso com a quantidade de crimes envolvendo mulheres nos últimos meses em Joinville.

Segundo ele, além da participação cada vez maior das mulheres em facções criminosas e atividades ilícitas, há outro fator que pode ajudar a explicar as mortes:a falta de valor à vida e a maneira cada vez mais brutal de resolver conflitos.

As duas mulheres assassinadas tinham marcas de sangue e ferimentos na cabeça e pelo corpo. Segundo o delegado, elas foram levadas até o local e possivelmente agredidas antes de serem mortas.

Uma delas ainda caiu protegendo o rosto e a cabeça com os braços. As duas tinham marcas profundas na cabeça, o que levou o delegado a sugerir que foram espancadas.

— Elas morreram aqui mesmo. Provavelmente foram agredidas com facão ou machado — disse.

Moradores disseram ter ouvido gritos por volta das 5 horas da manhã, mas não há testemunhas do crime ou suspeitas.

A Polícia Civil informou que as duas mulheres eram conhecidas nos bairros Jardim Iririú e Vila Nova.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Violência 12/09/2016 | 13h57

Família de mulher assassinada aguarda apresentação de ex-marido dela à Polícia

Ex-companheiro é considerado suspeito e não apareceu no velório nem no sepultamento de Aghata Christie Mafra, na manhã desta segunda-feira

Violência 05/08/2016 | 11h48

Suspeito de matar ex-mulher em Joinville tira a própria vida durante perseguição policial

Homero Batista Antunes não resistiu e morreu na emergência do Hospital Municiapal São José

Violência contra a mulher 04/08/2016 | 12h19

Ex-marido de mulher assassinada em Joinville não aceitava separação, diz amiga da vítima

Filho de Tânia Aguilar estava dentro da casa no momento em que homem chegou e atirou

Violência contra a mulher 03/08/2016 | 23h32

Filho e namorado de mulher assassinada em Joinville apontam ex-marido como culpado

Segundo a Polícia Militar, testemunhas disseram que homem entrou armado e atirou

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaMíssil que derrubou voo da Malaysia Airlines na Ucrânia foi disparado por pró-russos https://t.co/0xs0atRUMw #LeiaNoSantahá 22 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCandidatos à prefeitura de Itajaí falam sobre corrupção https://t.co/tuuC6nOZPM #LeiaNoSantahá 27 minutosRetweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros