Mãe catarinense reconhece corpos de filhos assassinados em Porto Rico - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Tragédia em Ponce05/11/2016 | 19h10Atualizada em 05/11/2016 | 19h10

Mãe catarinense reconhece corpos de filhos assassinados em Porto Rico

Crime aconteceu na quarta-feira na cidade de Ponce

O Instituto de Ciências Forenses de Ponce, em Porto Rico, equivalente ao IML local, informou que a catarinense Marlene Martins da Rocha reconheceu no começo da tarde deste sábado os corpos de seus três filhos, mortos por sufocamento na última quarta-feira. As crianças nasceram em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. A polícia portorriquena afirma que o assassinato foi feito pelo pai das crianças, Erik Seguinot Ramirez, de nacionalidade americana, que se enforcou em seguida.

"Fomos surpreendidos com este incidente desafortunado", diz vizinho 

Marlene ainda não havia feito o reconhecimento, pois, após voltar dos Estados Unidos, onde estava a trabalho, foi hospitalizada em estado de choque em função da tragédia ocorrida no condomínio Urbanizacion Jacaranda, na terceira maior cidade da ilha caribenha. Com o reconhecimento, a polícia local deve dar o caso por encerrado na segunda-feira, quando ocorrerá uma audiência com os investigadores do caso. 

A morte das crianças chocou Porto Rico. O caso ainda repercute em todos os jornais locais. Vizinhos evitam de comentar o crime e dizem que Erik era visto frequentemente caminhando junto das crianças. Um dos poucos que aceitaram comentar o caso foi o o advogado William Feliciano Ruiz, de 93 anos. Ele ressalta o estado de choque de todos com a notícia.

— É um local tranquilo, onde nunca havia acontecido um acidente como este. Temos uma associação de proprietários que se reúne, são pessoas amáveis, cavalheiros, amantes da lei. Por isso estamos surpreendidos com esse incidente desafortunado — afirmou. 

Leia mais:
Assassinato dos três irmãos de Criciúma em Ponce choca portorriquenhos

Ex-babá de crianças mortas diz que pai era carinhoso: "Ninguém dizia nada"
"Que Deus abençoe os parentes dessas pessoas que faleceram", diz socorrista
Itamaraty diz que dará assistência à brasileira que teve os filhos mortos
Brasileira que teve os filhos mortos em Porto Rico tinha medo do marido, diz família


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 8 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 8 diasRetweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros