Em Florianópolis, Canasvieiras terá delegacia de 4 andares enquanto Sul da Ilha espera unidade há 9 anos - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

POLÍCIA CIVIL13/01/2017 | 05h50Atualizada em 13/01/2017 | 18h27

Em Florianópolis, Canasvieiras terá delegacia de 4 andares enquanto Sul da Ilha espera unidade há 9 anos

"Clamamos aos gestores da segurança por uma definição", diz presidente do Conseg do Pântano do Sul, em Florianópolis.

Em Florianópolis, Canasvieiras terá delegacia de 4 andares enquanto Sul da Ilha espera unidade há 9 anos Diogo Vargas/Agência RBS
Prédio no norte da Ilha construído por R$ 2,6 milhões deverá ser concluído em março Foto: Diogo Vargas / Agência RBS

A tão reivindicada nova delegacia da Polícia Civil em Canasvieiras, no norte da Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis, está na reta final e deverá ser concluída em março. O alento esperado por moradores para a melhoria da segurança gera expectativa pela vinda de mais agentes. Já no sul da Ilha, a situação permanece indefinida e o Conselho de Segurança (Conseg) reclama que há nove anos a população pede uma nova unidade policial, mas a medida não foi atendida pelas autoridades.

A construção do prédio de quatro andares que abrigará a 7ª DP, na entrada de Canasvieiras, começou em 2014. Foram executados 80% da obra cujo valor total alcança R$ 2,6 milhões. A fase atual é de instalação elétrica e pintura. O espaço também abrigará a delegacia do Turista e a Central de Plantão do norte da Ilha.

A criminalidade na região preocupa moradores e comerciantes. No Réveillon deste ano, a morte da turista gaúcha Daniela Scotto, assassinada ao entrar por engano com o carro da família na Papaquara, e o atropelamento de três pessoas com uma morte nos Ingleses, evidenciaram ainda mais a segurança.

Morador da região, o delegado aposentado da Polícia Federal Ildo Rosa afirma que a população aguarda ansiosa a nova 7ª DP e espera que ela receba eficaz investigação com policiais experientes e conhecedores da área durante todo o ano.

Espera

Com 90 mil pessoas, o sul da Ilha luta há nove anos pela construção de uma delegacia que atenda a população da região, diz o presidente do Conselho de Segurança (Conseg) do Pântano do Sul, Carlos Tadeu Lima Pires. Ele garante que foi viabilizado um terreno no Rio Tavares, ao lado de onde está sendo erguida uma sede dos bombeiros.

Sul da Ilha: delitos da região são atendidos e investigados pela 2ª DP, no Saco dos Limões, que sofre com estrutura. Foto: Marco Favero / Agencia RBS

— Disseram que havia um córrego no terreno, mas não era e sim uma vala. Então disseram que iriam locar uma casa, mas até agora não soubemos o que ficou decidido. Clamamos aos gestores da secretaria de Segurança e ao governador, pois necessitamos imediatamente de uma definição — declara Pires.

O representante do Conseg afirma que há constantes relatos de aumento de crimes como assaltos e furtos no Campeche e Armação, e que a população não tem investigação suficiente da Polícia Civil. Já na Polícia Militar, destaca, a corporação tem se esforçado para policiar a região. Hoje, a 2ª DP do Saco dos Limões atende toda a área, que historicamente sofre com estrutura precária e não ideal.

O que diz o delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz:

Sobre a 7ª DP em Canasvieiras, o delegado-geral Artur Nitz explica que a previsão é concluir a obra em março e que a inauguração deverá ocorrer entre junho e julho. Ele informou que haverá também um setor especializado de atendimento à mulher vítima de violência e acredita que a nova estrutura operacional irá melhorar a investigação no norte da Ilha.

Quanto ao sul da Ilha, Nitz disse que é prioridade da Delegacia-Geral encontrar este ano um imóvel na região para abrir a delegacia ou um terreno que possa receber o distrito policial. Para isso, prometeu se reunir com o prefeito da Capital, Gean Loureiro (PMDB). O delegado lembrou que sobre um terreno já oferecido ainda está sendo estudada a viabilidade da obra no lugar.

Realidades distintas

Norte da Ilha - 7ª DP:
Investimentos de R$ 2,6 milhões em um prédio de quatro andares em Canasvieiras, ao lado da Acadepol (entrada da rótula de acesso). A obra está com 80% pronta e vai substituir a atual 7ª DP, cuja estrutura é antiga. O novo prédio também terá uma delegacia do Turista, Central de Plantão do norte da Ilha e um setor para atendimento a mulheres vítimas de violência.

Sul da Ilha - 2ª DP:
A região não tem delegacia específica e a que atende é a 2ª DP, no Saco dos Limões, sediada em uma casa locada e sem estrutura policial suficiente para a demanda. Recentemente, vizinhos reclamaram da quantidade de carros apreendidos no entorno. A construção da nova delegacia nunca saiu do papel. Um terreno teria sido viabilizado no Campeche, mas a obra não foi concretizada.

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCidades catarinenses registram deslizamentos e alagamentos  https://t.co/FCI4ONf1nC #LeiaNoSantahá 7 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCidades catarinesnes registram deslizamentos e alagamentos  https://t.co/VA5u0kQtZp #LeiaNoSantahá 7 horas Retweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros