Em Roraima, Forças Armadas dão a largada nas revistas em presídios - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Caos prisional27/01/2017 | 12h14Atualizada em 27/01/2017 | 14h48

Em Roraima, Forças Armadas dão a largada nas revistas em presídios

Segundo o governo federal, Exército fará uma ação eminentemente técnica, sem contato com os presos

Matheus Schuch/RBS Brasília

matheus.schuch@gruporbs.com.br

As Forças Armadas fazem nesta sexta-feira a primeira operação de varredura em presídios. O trabalho está sendo executado na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Roraima, onde 31 presos foram mortos em um massacre neste mês.

O objetivo da vistoria é encontrar armas, drogas e celulares. As policias civil e militar também atuam no mutirão.

Leia mais
Com cadeias já superlotadas, país tem 564 mil mandados de prisão em aberto
Maria Laura Canineu: "Não há dúvida de que houve uma piora desde o massacre do Carandiru"

O deslocamento de militares do Exército, Marinha e Aeronáutica para as penitenciárias foi autorizado pelo presidente Michel Temer após uma série de rebeliões de presos. O mutirão durará ao menos 12 meses.

Para enviar os militares a um determinado Estado, o governo federal de autorização do governador. No Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori ainda não decidiu se aceitará a ajuda.

Na atividade desta sexta em Roraima, 335 homens das Forças Armadas agem desde o início da manhã. Antes de eles ingressarem, 250 policiais civis e militares fizeram o isolamento dos presos na unidade. O trabalho é acompanhado pelo Ministério Público Militar.

¿A operação usa tecnologia de ponta, que nós já utilizamos anteriormente nas Olimpíadas, e que foi reconhecida de maneira global¿, explicou o ministro da Defesa, Raul Jungmann. Segundo ele, a intenção é ¿retirar objetos que potencializam as rebeliões¿.

Em entrevista coletiva, Jungmann também comentou a atuação das Forças Armadas nas ruas de Natal, no Rio Grande do Norte. Segundo o ministro, desde o início da operação, há oito dias, não houve incêndios em ônibus e outros atentados. A frota de transporte público também passou a funcionar dentro da normalidade.

Leia as últimas notícias de Polícia

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaSeis companhias representam SC no Festival de Teatro de Curitiba 2017 https://t.co/h4PY5eE1Ws #LeiaNoSantahá 13 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaEntenda as mudanças na Lei Rouanet e como impactam na cultura em Santa Catarina https://t.co/lfvy1HOoIW #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros