"Nossa resposta será proteger a sociedade", diz Colombo sobre chacina em Florianópolis - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Segurança pública06/04/2017 | 15h13Atualizada em 06/04/2017 | 17h05

"Nossa resposta será proteger a sociedade", diz Colombo sobre chacina em Florianópolis

Governador se disse preocupado com migração da violência para Capital

"Nossa resposta será proteger a sociedade", diz Colombo sobre chacina em Florianópolis Felipe Carneiro/Agencia RBS
Governador se disse preocupado com migração da violência para Capital Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

O governador Raimundo Colombo comentou na manhã desta quinta-feira sobre  o confronto entre facções criminosas que terminou com três mortos e três feridos na noite anterior no bairro Costeira do Pirajubaé, em Florianópolis. Segundo ele, o governo está atento e preocupado com a escalada da violência na Capital catarinense. Já são 63 homicídios em pouco mais de 90 dias, média muito superior à do mesmo período de 2016.

— Preocupa muito. Estamos vivendo essa situação em alguns lugares de Santa Catarina e vamos reforçar todo o trabalho de segurança. Fizemos uma série de reuniões desde muito cedo. Nossa reação será de proteger a sociedade usando todas as nossas forças para poder diminuir esses índices de violência — afirmou.

Colombo ainda garantiu que os 1.084 novos policiais militares chamados pelo governo começarão o curso de treinamento em 2 de maio e devem estar nas raus entre o fim de 2017 e o começo de 2018. O governador disse ainda que o trabalho de inteligência aponta a migração da violência. Nos anos anteriores, Joinville sofreu com um aumento dos homicídios e em 2017 houve uma mudança em direção à Capital.

— O Estado não vai abrir mão do seu dever de usar todas as suas forças para combater a violência.

Leia mais:

Três homens morrem após confronto entre grupos rivais na Costeira

"Fariam isso no momento em que a PM não estivesse ali", diz diretor da Civil 

Diogo Vargas: matança pela rentabilidade e poder no tráfico na Costeira

Investigação aponta conexões em crimes em Florianópolis

"Danilo herdou o posto do irmão no tráfico", afirma delegado 


Irmão de Neném da Costeira é preso pelo crime no Mercado Público de Florianópolis

Polícia prende líderes do tráfico na Costeira, em Florianópolis

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaBriga entre moradores de rua termina com um homem morto em Camboriú https://t.co/q8C9dU0FMF #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaTermina nesta sexta-feira o prazo para inscrição no Fies https://t.co/FX8H3FVErV #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros