Morador de rua é preso por matar homem a facadas em Tubarão - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

crime solucionado30/05/2017 | 15h42Atualizada em 30/05/2017 | 16h59

Morador de rua é preso por matar homem a facadas em Tubarão

Fernando Roberto Assunção Suarez, 33 anos, foi morto na madrugada de domingo num ponto de ônibus

Morador de rua é preso por matar homem a facadas em Tubarão DIC Tubarão / Divulgação/Divulgação
Foto: DIC Tubarão / Divulgação / Divulgação

No dia seguinte ao homicídio de Fernando Roberto Assunção Suarez, 33 anos, a Polícia Civil de Tubarão encontrou o autor do crime no começo da noite de segunda-feira. Julio Cesar de Miranda Policena, 32 anos, é morador de rua e se envolveu em uma discussão com Fernando, que era usuário de drogas e estava fora de casa desde a última terça-feira. A vítima chegou ao local onde estava Julio e outros moradores de rua e, alterado, ameaçou o grupo com uma faca. Ele foi desarmado e fugiu, mas Julio o perseguiu e o golpeou duas vezes, nas costas e na lateral do tórax.

Desde o começo a Polícia Civil já trabalhava com a hipótese de uma briga entre os moradores de rua, mas a colaboração da população foi determinante para que o crime fosse elucidado. Segundo o delegado da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Tubarão, William Cezar Sales, uma denúncia recebida pelo telefone 197 reforçou a linha de investigação até que os policiais chegassem à companheira de Julio. 

— Uma pessoa disse que teria visto o crime, nos apontou com detalhes quem a gente procurava, que ele tinha uma companheira com certas características físicas. Segunda à tarde achamos a mulher em questão, que nos indicou o companheiro e disse onde ele estava. Na DIC, nós apresentamos a ele as evidências que já tínhamos e ele confessou o crime — detalhou o delegado.

Natural do Rio Grande do Sul, o morador de rua era conhecido como Gaúcho. Após confessar o crime, ele levou a polícia até o local onde estava escondida a faca. O pedido de prisão preventiva foi encaminhado e ele está recolhido no presídio regional de Tubarão, à disposição da Justiça. Julio será indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil, pois como ele havia desarmado Fernando, não é possível caracterizar a perseguição e o ataque à vítima como legítima defesa.

Leia mais:
Homem é morto a facadas em ponto de ônibus de Tubarão
Detento confessa homicídio dentro de presídio regional de Tubarão
"Tortura é crime inafiançável e não pode substituir o interrogatório"


-->
 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaFim de semana do funk: veja a agenda de shows em Santa Catarina https://t.co/P1mse4rT1N #LeiaNoSantahá 10 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaVeja imagens de como será o novo terminal de passageiros do Aeroporto de Florianópolis https://t.co/NZJUUSBFBd #LeiaNoSantahá 43 minutosRetweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros