Prefeitura de Navegantes quer força-tarefa de segurança após morte de jovem em assalto - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Violência18/06/2017 | 12h21Atualizada em 18/06/2017 | 14h23

Prefeitura de Navegantes quer força-tarefa de segurança após morte de jovem em assalto

Reunião nesta segunda-feira definirá melhorias

A Secretaria de Segurança de Navegantes marcou uma reunião nesta segunda-feira com o comando da Polícia Militar e da Polícia Civil para tratar sobre a insegurança na cidade. O governo do Estado também deve enviar representante. O município deve propor uma força-tarefa para reduzir a criminalidade, que na sexta-feira fez mais uma vítima na cidade. Matheus Caike da Silva Santos, atendente de uma farmácia no bairro Gravatá, foi assassinado em uma tentativa de assalto.

A morte do jovem, que completava 23 anos no mesmo dia em que morreu, comoveu a cidade. Uma manifestação está prevista para este domingo à tarde. 

O secretário municipal, Johnny Coelho, prepara um relatório com os números da violência na cidade. De janeiro a março houve sete mortes na cidade, de acordo com as estatísticas da Secretaria de Estado de Segurança Pública — uma a cada 12 dias, em uma população de 72 mil pessoas. Segundo Coelho, no entanto, os números da criminalidade são maiores. Ele afirma que o principal problema está relacionado ao tráfico de drogas. 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaBlog do Pancho: Celp vai fechar pronto atendimento https://t.co/JL50ch3ggDhá 20 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaQuatro pessoas ficaram feridas em explosão registrada em Nova York https://t.co/aJUPasXdw5 #LeiaNoSantahá 38 minutosRetweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca