Americana de 20 anos é atacada nos arredores da UFSC, em Florianópólis - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Caso de polícia 06/11/2017 | 11h32Atualizada em 12/11/2017 | 19h24

Americana de 20 anos é atacada nos arredores da UFSC, em Florianópólis

Homem de 28 anos tentou estuprá-la e depois roubou aparelho celular, mas foi detido por seguranças da universidade

Diário Catarinense
Diário Catarinense

 Uma jovem americana de 20 anos foi vítima de uma tentativa de estupro e assalto nos arredores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis, na noite de domingo. Ela caminhava pela rua Desembargador Vitor Lima, perto da Moradia Estudantil, quando foi atacada por um homem de 28 anos*, que tentou estuprá-la e, em seguida, roubou o seu celular e saiu correndo. 

A cena foi vista por uma testemunha, que acionou uma viatura da segurança da UFSC próxima, por volta das 21h30min. Os seguranças do campus foram atrás do suspeito e conseguiram detê-lo. Em seguida, a Polícia Militar foi chamada e o autor e a vítima foram encaminhados para a Central de Polícia (CPP) para documentar a ocorrência e registrar o flagrante.  A americana é natural de Washington e está fazendo um intercâmbio na universidade. 

Segundo o secretário de Segurança Institucional da UFSC, Leandro Luiz de Oliveira, o homem atacou a vítima por trás e chegou a colocar a mão na genitália da americana. Em seguida, os dois caíram no chão e ele levou o celular dela e tentou fugir, sendo capturado pouco tempo depois. Oliveira ressalta ainda que a ocorrência foi fora dos limites do campus e que a segurança da UFSC estava reforçada no domingo em função da realização do Enem. 

Suspeito estava preso até sábado

De acordo com o tenente-coronel Marcelo Pontes, comandante do 4º Batalhão, o autor do ataque tem várias passagens pela polícia por roubo e furto. Ele estava preso até sábado, um dia antes do ataque nos arredores da UFSC, na Penitenciária de Curitibanos, quando foi autorizada uma saída temporária.  Em 2012, há o registro de um ataque semelhante ao de domingo. Uma jovem estava caminhando perto do teatro do CIC, na Avenida Beira-mar, quando o suspeito a atacou por trás e tentou estuprá-la. Na ocasião, a vítima foi ajudada por outros pedestres que passavam pela região.

A Polícia Civil informou na manhã desta segunda-feira que o delegado de plantão confirmou o flagrante, enquadrando o suspeito nos artigos 157 e 213 do código penal. Na audiência de custódia, realizada na tarde de segunda-feira, o flagrante foi convertido em prisão preventiva. 

Vale ressaltar que, desde 2009, uma alteração no código penal brasileiro passou a tratar ataques como esse como estupro e não mais como "atentado violento ao pudor". Pela lei atual, todo e qualquer ato libidinoso, cometido mediante violência ou grave ameaça, passou a ser considerado estupro.

*Inicialmente, foi informado que o homem que atacou a americana tinha 32 anos. A informação foi corrigida às 11h15min do dia 06/11. 


Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaFernando Gama d¿Eça é nomeado juiz titular do TRE-SC https://t.co/2piOcz2goY #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaRegime disciplinar mais rigoroso no sistema prisional está previsto para o próximo ano em Santa Catarina… https://t.co/tO7tHVB1Rfhá 3 horas Retweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca