PM corta rondas e atendimentos em Blumenau por falta de dinheiro para combustível - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Segurança28/11/2017 | 19h04Atualizada em 28/11/2017 | 20h34

PM corta rondas e atendimentos em Blumenau por falta de dinheiro para combustível

Racionamento de gasolina das viaturas teria começado nesta segunda-feira

PM corta rondas e atendimentos em Blumenau por falta de dinheiro para combustível Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

A Polícia Militar de Blumenau está com o trabalho de rondas preventivas e atendimentos a ocorrências prejudicado. Sem dinheiro para abastecer as viaturas, o Batalhão da PM na cidade teria iniciado um racionamento de gasolina nesta segunda-feira.

A razão seria o atraso nos repasses do governo do Estado para a compra de combustível. A escassez de verba foi confirmada por responsáveis da PM na cidade, mas nenhum pronunciamento oficial ocorreu até o momento. O comandante do 10º Batalhão, tenente-coronel Jefferson Schmidt, disse não poder falar sobre o assunto, assim como o coronel Carlos Alberto Fritz Bueno, comandante da 7ª Região da Polícia Militar.

Segundo informações da Associação de Praças do Estado de Santa Catarina (APRASC) e de fontes no batalhão de Blumenau, o racionamento teria iniciado na segunda-feira e os policiais teriam uma ordem para cortar as rondas — mantendo as viaturas paradas na sede do batalhão — e priorizar o atendimento a ocorrências graves, deixando de lado fatos com menor potencial ofensivo. Nesta situação, as viaturas estão saindo do estacionamento somente quando há uma ocorrência concretizada, descartando as rondas preventivas pelo município.

Situação semelhante no Estado

Na semana passada a mesma situação foi registrada em outras cidades do Estado, mas a falta de verba para gasolina ainda não tinha atingido o Vale do Itajaí. Cidades na Grande Florianópolis, no Oeste, no Planalto Norte e no Sul de Santa Catarina limitaram o deslocamento das viaturas.

A situação durou alguns dias em nível estadual mas foi resolvida com a liberação de crédito suplementar no valor de R$ 280 mil do governo do Estado para a Secretaria de Segurança Pública.

O repasse foi tratado como uma quota extra enquanto a Secretaria da Fazenda concluia uma projeção de recursos necessários até o fim do ano.

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCão terapeuta leva conforto a velórios em Balneário Camboriú https://t.co/vKSN8Tr4RH #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaDagmara Spautz: Cão terapeuta leva conforto a velórios em Balneário Camboriú https://t.co/jxmboyGlTw #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca