Homem matou esposa em Rio do Sul por ciúmes, diz polícia - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Feminicídio26/02/2018 | 10h50Atualizada em 26/02/2018 | 10h58

Homem matou esposa em Rio do Sul por ciúmes, diz polícia

Bárbara Cristina Faes, 23 anos, foi encontrada morta neste domingo

Homem matou esposa em Rio do Sul por ciúmes, diz polícia Arquivo Pessoal/Reprodução
Foto: Arquivo Pessoal / Reprodução

Fotos e postagens nas redes sociais mostravam um casal feliz e declarações de amor, mas uma discussão que teria sido motivada por ciúmes acabou com a relação na sexta-feira à noite. Segundo a Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil, Bárbara Cristina Faes, 23 anos, teria sido morta pelo marido e teve o corpo jogado em um matagal. O crime foi considerado desvendado neste domingo, quando o homem de 26 anos teria confessado o ato em depoimento aos policiais.

De acordo com a DIC, o marido tinha ciúmes da esposa e durante a discussão na sexta-feira à noite teria batido com um rolo de macarrão na cabeça dela. Depois da agressão, ele teria amarrado a cabeça dela com uma corda dentro de um saco plástico e então levado o corpo até a Serra Taboão, onde polícia, bombeiros e IGP a localizaram às 19h de domingo. A causa da morte, segundo a perícia, teria sido asfixia. Conforme a polícia, o filho do casal, um menino de dois anos, estaria junto no carro quando o homem levou o corpo.

O marido foi preso no domingo. Nesta segunda-feira de manhã ele ainda aguardava na delegacia e deve ser encaminhado ao Presídio de Rio do Sul.  O corpo de Bárbara será velado e enterrado na Igreja São Paulo Apóstolo, no bairro Valada São Paulo, também em Rio do Sul.

Leia mais
Confira as principais noticias de Santa Catarina no NSC Total
Mulher que estava desaparecida em Rio do Sul é encontrada morta
Programa da PM atende mais de 70 vítimas de violência doméstica em dois meses de atuação

Casal não tinha registros de violência

Segundo o histórico da polícia e depoimentos de familiares aos investigadores, o casal não tinha registros de violência doméstica. Eles moravam no bairro Bremer e trabalhavam na mesma cooperativa agrícola em Rio do Sul.

Inicialmente o caso era tratado como um desaparecimento. Segundo a polícia, na sexta-feira à noite, depois do crime, o marido teria ido até a família de Bárbara avisar que ela havia saído para caminhar e não tinha voltado. No sábado de manhã ele chegou a publicar nas redes sociais que ela estava desaparecida e pedia ajuda de amigos e familiares. Buscas foram feitas durante todo o fim de semana, até o momento em que o homem teria confessado o crime à polícia.

O delegado Almiro Costa, responsável pela investigação, ainda não confirmou por qual tipo de homicídio deve indiciar o homem. É possível que o crime seja enquadrado como um feminicídio.

*Colaborou Vanessa Moltini, da NSC TV Blumenau.

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaOktoberfest espera receber quase 570 mil visitantes em Blumenau https://t.co/zUXG5p29S7 #LeiaNoSantahá 6 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaTJ nega extinção de processo e professor responderá por abuso sexual no Alto Vale https://t.co/eh1bAr0GCe #LeiaNoSantahá 8 horas Retweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca