PM atende duas ocorrências de violência doméstica no bairro Velha em Blumenau - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Lei Maria da Penha31/08/2018 | 07h05

PM atende duas ocorrências de violência doméstica no bairro Velha em Blumenau

Em um dos casos o homem foi detido por agredir a companheira menor de idade

 Duas ocorrências de violência doméstica foram registradas pela Polícia Militar em Blumenau nesta quinta-feira. Ambas ocorreram no bairro Velha e um homem acabou detido durante as abordagens.

 O primeiro caso foi na Rua Eliana Schumann por volta do meio-dia. No local, os policiais foram acionados e encontraram a vítima com uma lesão no rosto. Ela teria dito, inicialmente, que machucou o nariz ao cair no chão. O caso levantou suspeitas e ela foi orientada e levada pelos policiais até a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso.

No fim da tarde outra ocorrência foi registrada na Rua Uberaba. No local os policiais encontraram um homem que havia discutido com a companheira e admitido aos policiais que havia agredido ela. A vítima relatou que o companheiro iniciou as agressões pois ela disse que voltaria para a terra natal.

A jovem é menor de idade e, por isso, o Conselho Tutelar também foi acionado. O homem foi detido e levado até a delegacia.

::: Casos de estupro e homicídio de mulheres crescem 32,5% no Vale do Itajaí

Números importantes
Polícia Militar
- Telefone 190: quando presenciar ou vivenciar algum episódio de violência contra a mulher.

Rede Catarina
- Telefone 3221-7332 e e-mail 10bpmredecatarina@pm.sc.gov.br: para receber acompanhamento da polícia ou buscar orientação sobre as ferramentas de proteção à mulher.

Central de Atendimento para Mulher em Situação de Violência
- Telefone 180: para buscar orientação sobre direitos e serviços públicos à população feminina, bem como para denúncias ou relatos de violência.

Delegacia de Polícia de Proteção a Mulher, Criança e Adolescente
- Telefone 3329-8829: para registrar ocorrência de violência contra a mulher, bem como requerer medidas protetivas e iniciar processos contra agressores.

 
Jornal de Santa Catarina
Busca