"Você não pode fazer nada, não sabe se vão te bater, te matar", afirma esposa de homem baleado durante assalto  - Segurança - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Blumenau08/08/2018 | 11h10Atualizada em 08/08/2018 | 19h40

"Você não pode fazer nada, não sabe se vão te bater, te matar", afirma esposa de homem baleado durante assalto 

Bandidos levaram um carro com materiais de pet shop. Vítima de 37 anos foi encaminhada ao hospital

"Você não pode fazer nada, não sabe se vão te bater, te matar", afirma esposa de homem baleado durante assalto  Eduardo Cristófoli/NSC TV
Os três criminosos entraram por uma das janelas da casa, que foi quebrada Foto: Eduardo Cristófoli / NSC TV

Seis minutos. Esse é o tempo que Vanessa* estima que tenha levado a ação de três assaltantes que invadiram a casa em que reside na Rua Marechal Rondon, no bairro Salto do Norte, em Blumenau. Era por volta das 22h30min de terça-feira. Ela e o marido, Pedro*, estavam na cama quando ouviram a janela ser arrombada. A partir daquele momento, cada segundo foi de pânico para o casal.
– Ele (um dos assaltantes) me pegou pelo cabelo e me colocou no chão com o rosto para baixo – afirma a mulher de 34 anos.

Ela conta que outro homem, este armado, pegou o marido dela e o fez levar até a chave do carro, um Fiat Ducato. Quando Pedro*, 37 anos, entregou a chave do veículo aos criminosos, foi baleado nas costas. Ele caiu no chão na hora e, para a esposa, foi o momento mais aterrorizante.
– Você não pode fazer nada, porque se levantar não sabe se vão te bater, te matar. Você se sente impotente – relata a esposa.

Conforme a mulher, depois do tiro, os homens deixaram o imóvel. Um dos criminosos chegou a voltar para a casa, arrombou a porta e tentou roubar mais um veículo, mas não conseguiu e fugiu com a dupla. Essa é a segunda vez que a casa é assaltada em 15 dias. No dia 29 de julho, um domingo, a casa foi arrombada enquanto o casal estava fora. Um notebook foi furtado.

Desta vez, os bandidos roubaram um carro carregado com materiais de pet shop do emprego da vítima. A estimativa é que tenham sido levados aproximadamente R$ 30 mil em mercadoria. Pedro* foi atendido pelo Samu e levado ao Hospital Santo Antônio. Segundo informações da unidade de saúde, ele não precisou passar por cirurgia e segue em observação. Não há risco de morte e a expectativa é de que ele tivesse alta ao longo desta quarta-feira.

O tenente-coronel Jefferson Schmidt, comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar, afirma que esse tipo de caso preocupa muito a polícia, pois evidencia a maior forma de violência contra o cidadão.

A Polícia Civil investiga o caso. Na manhã de ontem um perito esteve no local para coletar informações que possam levar aos autores do crime. Imagens de câmeras de segurança da região serão solicitadas para auxiliar na investigação do caso. Até a publicação dessa reportagem, o veículo ainda não havia sido localizado.

*Os nomes das vítimas foram alterados a pedido da entrevistada e conforme o Guia de Ética e Autorregulamentação Jornalística da NSC Comunicação.

*Com informações do repórter Eduardo Cristófoli, da NSC TV Blumenau

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaÀs 18h, os brinquedos da Planetapeia vão percorrer os setor do Parque Vila Germânica. Às 19h será a vez de atrações… https://t.co/hdgiMphZqbhá 3 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaO desfile na Rua XV de Novembro, no Centro de Blumenau, está cancelado, mas algumas das atrações vão circular pelos… https://t.co/tTOVJw7lewhá 3 diasRetweet

Veja também

Jornal de Santa Catarina
Busca